Um filme dirigido por Murilo Salles com Leandra Leal.
Baseado na obra de Clarah Averbuck.

Tire seu sorriso do caminho, que eu quero passar com a minha dor.
Guilherme de Brito em música de Nelson Cavaquinho.

Este POST é uma homenagem / é tirado do livro ‘O Ponto da Partida’, o novo romance de Fernando Molica
Fernando me fez perceber que a “minha” Camila (que discussão pequena e imbecil!) , na verdade, descobri isso na semana passada, é uma homenagem a Nelson Cavaquinho. Assim se refere a ele o personagem principal do Fernando:
“O Nelson sempre viveu ferrado, sempre tomou porrada, sempre se lixou pra essa porra de mercado. Tava com fome? Vendia um samba, o dono do boteco virava parceiro porque deixou o Nelson comer de graça. Nelson do Cavaquinho foi o compositor mais generoso da música brasileira. Tem parceiro dono de boteco, de puteiro, gerente de hotel vagabundo, de espelunca. Os herdeiros desses caras devem estar até hoje orgulhosos: papai foi parceiro de Nelson Cavaquinho. É, parceiro: entrou com o bife, com o quarto, com a puta. Quer saber? O Nelson estava certo, danem-se. Chegou a dizer isso num samba dele e do Guilherme: “Eu que já vaguei nas madrugadas / E já fui o dono das calçadas / Pra todos aqueles que me estenderam a mão / Dividi meu coração. Olhem só que coisa superior: “Dividi meu coração”. Ele não reclama, não diz que foi salvo, que comeu, que bebeu, que trepou graças aos que lhe estenderam a mão. E, em troca, simplesmente, dividia seu coração. Poderia ter uma vida melhor? Podia. Mas não seria o Nelson Cavaquinho, o dono das calçadas.

Murilo Salles.

7 comentários:

maria rezende disse...

lindo, murilo! adorei!
beijo, maria

Violet Scott disse...

estou vagando SP, correndo pela Paulista com a minha dor. Daqui a pouco ela vai estar nos outodoors.

beijo, VS.

Anônimo disse...

Entao eu achei muito legal o do Luques........ Kero ver eles no cinema..... muito bom e realista mesmo...
Abraçoss

Rodrigo disse...

eu curte io video do rodrigo luques muito locoooo di mais valeu rodrigoooooooo

Anônimo disse...

Bem criativo o trailer do Luques.
Parabéns!

Carlos disse...

Salve Nelson Cavaquinho!!

"Vou de boteco em boteco bebendo a valer, na ânsia de esconder, as dores do meu coração"... isso é de uma beleza, uma profundidade botequística, é o peito aberto do tiozinho de boteco, é o cara que pensa, sente e expressa algo mais, sao di estereótipo, sente e fala..

CarlosCarlos (SP)
Programa Bola e Arte
www.fiztv.com.br/bolaearte

Anônimo disse...

zzzzzzzzz

Músicas de Camila