Um filme dirigido por Murilo Salles com Leandra Leal.
Baseado na obra de Clarah Averbuck.

Valeu Brasil!

Estreamos hoje nossa segunda semana nos cinemas, pulando de duas pra quatro salas no Rio e estreando em Recife! Os números foram super bacanas: tivemos quase 9 mil espectadores na primeira semana!

Isso confirma a nossa sensação de que tem muita gente querendo ver um cinema mais pessoal, e que essa teia que a gente tá fazendo a partir do blog e que vocês repercutem pela rede afora é mesmo muito poderosa, então obrigado!!

Agora é manter o pique pra entrar na terceira semana com tudo! Vamos que vamos!

9 comentários:

Nirton Venancio disse...

Rumo à terceira semana!
Continuo divulgando!

eduardo disse...

Quero ver este filme. Parece ótimo!!

Anônimo disse...

Assisti hoje no Odeon. Enredo bom, envolve, mostra de fato a angústia e a depressão tomando conta da personagem. Leandra Leal arrasa na pele de Camila. Mas achei que há um apelo sexual muito grande, chegando a ser vulgar. As cenas de sexo não trazem, na minha modesta opinião, acréscimo nenhum ao filme. Na sala do cinema vi pessoas indo embora tecendo comentários "não paguei para ver um filme pornô". Sei que pessoas defenderão que as cenas trazem peso ao filme, dão impacto. Será mesmo? Mais impacto em um filme que a própria história já é, por si, impactante? Talvez as pessoas estão um pouco saturadas de ver sexo. Não, não sou um puritano. Acho, apenas, que houve um exagero. Para aumentar o impacto do filme, poderiam ter diminuído o tempo. O gosto de "quero mais" é, sem dúvida, o mais marcante que qualquer sentido pode experimentar.

Um abraço e boa sorte!

Anônimo disse...

acabei de ler no mix brasil elogiando o filme: http://blogdocia-mixbrasil.zip.net

ps: sempre entro aqui pra escutar algumas musicas mas agora foi demais-> tá tocando the postal service, uau! hhehehe

Paula Soares disse...

Então, eu discordo que as cenas de sexo no filme vulgarizou. Cada cena é muito apropriada para mostrar o universo psicológico da Camila, quando ela transa com o namorado da amiga ou quando ela pede pra ser dominada por um cara... todas as cenas, na minha opnião, demonstrar as construções e desconstruções do universo dela, a fragilidade, a carência. Eu gostei muito do filme e tbm estou divulgando ele aqui em Goiânia.

Um abraço a todos...

Paula Soares

www.lavanderiaa.blogspot.com

Stephanie disse...

Verei o filme nesse fds !
O site ajudou bastante a mostrar a idéia do filme... parece muito interessante !
p.s.: Pode colocar o nome das músicas que tem o blog para eu poder baixar? Algumas eu conheco mas outras que achei ótimas queria conhecer.

Obrigada

Nome Próprio disse...

fala galera,
que bom que as múltiplas visões continuam sendo a tônica das dicussões aqui! as cenas de sexo do filme são mesmo, como disse a paula, uma parte fundamental da vida da camila, que revelam a estrutura emocional dela, afinal o sexo é um pedaço bem grande da vida de todo mundo, né? ainda mais de uma mulher solteira e doida pra deixar de ser...
stephanie, vamos agitar essa lista pra você, e depois venha nos contar o que achou do filme então!
beijo!

Anônimo disse...

Gostaria que o filme viesse para Niterói! Aguardamos ansiosamente!!

Sousândrade disse...

Gostei do conjunto da obra !!! Estou divulgando para minhas amigas e amigos, e inimigos também. rsrsrs
Fui levado ao cinema por uma amiga.
Estou até agora digerindo o filme, vou vê-lo de novo. Parabéns a todos !
Pense em alguém da equipe, agradeço.
Um abraço.

Antonio Diniz

Músicas de Camila