Um filme dirigido por Murilo Salles com Leandra Leal.
Baseado na obra de Clarah Averbuck.

Quinta-feira passada, dia 31, foi o dia do debate de Murilo Salles no Ponto Cine Guadalupe, no Rio de Janeiro. Um debate sobre o filme como muitos outros, as intenções do diretor, a relação entre cinema e literatura, a ótima interpretação de Leandra Leal. Teria sido, se não fosse um importante detalhe: um grupo de 10 moças de Paciência.

Essas moças traziam uma questão que colocava de lado todas as outras. A sensação de ter assistido pela primeira vez um filme no cinema!
Dessa sensação ficou um apenas um sorriso, registrado ao lado do diretor.

As moças são moradoras da Comunidade Vila Paciência (Favela do Aço) localizada em Santa Cruz e fazem parte do CRAS - Centro de Referência Assistência Social de Paciência. Acompanhadas da Professora Elenice – pelo projeto Dando Asas ao futuro, uma parceria entre a Prefeitura do Rio e a Infraero, essas 10 moças tiveram a oportunidade de pela primeira vez assistirem uma sessão de cinema.

Aqui vai a nossa homenagem a elas.

2 comentários:

Estrangeira disse...

E tem coisa melhor do que voar fora da asa?
Compartilho!
Abç

pedro paulo disse...

que legal, quanto coisa bacana! vida longa ao projeto dando asas ao futuro, ao cine guadalupe e ao filme!!!!

Músicas de Camila